Publicidade

4º Eu Vou de Bike-Caminhos do Rio dos Sinos reúne cerca de 300 ciclistas

25 de novembro, 2019 às 13:35 - por Mariana Santos - Redação www.visaodovalesl.com.br

Entre as atividades do Parque Rua da Praia, em São Leopoldo, para educação ambiental, o passeio ciclístico Eu Vou de Bike está se consagrando um grande evento. Cerca de 300 ciclistas participaram da quarta edição, realizada no sábado, 23 de novembro, encerrando a programação da 4ª Semana Municipal do Rio.

Em mais de 20 quilômetros de percurso, os ciclistas fizeram o reconhecimento da área de diques do bairro Campina, seguindo pelo bairro Rio dos Sinos, Centro, Vila Batista, Parque do Trabalhador, Vicentina até a Base Ecológica do Rio Velho e retorno ao Museu do Rio dos Sinos na Rua da Praia, local onde foi o ponto de partida.

De acordo com o diretor do Centro Roessler e Museu do Rio, Daniel Sauer, a cada edição somam-se novos participantes. “A cada ‘Eu Vou de Bike’ são novas emoções. É um projeto desafiador, importante para a convivência, para o conhecimento ambiental e de sustentabilidade”, destacou. Sauer e a bióloga Scarlatt Napp fizeram a orientação do grupo.

O projeto Parque Rua da Praia tem as ações voltadas a promover a reflexão sobre o meio ambiente, os diques, os parques ambientais e o descarte irregular de resíduos, além de contribuir para uma cidade mais inteligente e sustentável.

O evento é uma realização da Prefeitura de São Leopoldo, por intermédio da Diretoria do Centro Roessler e Museu do Rio da Secretaria do Meio Ambiente (Semmam), com parceria da Secretaria de Esporte e Lazer (Semel), apoio da Guarda Civil Municipal,

Célio Carpinski, 43 anos, morador do Parque dos Sinos, na Campina, participa desde a primeira edição do Eu vou de bike. Acostumado com o pedal desde a infância, ele adaptou à bicicleta uma carretinha para levar o filho Otávio, de cinco anos. “Fomos desde a primeira edição. Apoio a iniciativa de percorrer a cidade por vários trechos. Nossa cidade permite o pedal com a natureza, passar pelos diques em meio às árvores e até mesmo por dentro de poças de água e barro nos permite sair do dia a dia e corre-corre da cidade”, destacou. Para Carpinski, o projeto além de divertido possibilita o aprendizado, o conhecimento dos locais da cidade e fazer novas amizades. Carpinski também aprovou a iniciativa de doar alimentos como incentivo para ajudar outras pessoas. Os participantes foram convidados a doarem alimentos que serão destinados a entidades e a ideia teve adesão.

O Eu Vou de Bike também reuniu ciclistas de outras cidades como Esteio, Porto Alegre, Novo Hamburgo, Campo Bom e Sapucaia do Sul. Clóvis Venice mora na Lomba da Palmeira em Sapucaia do Sul e participou de todas as edições do Eu Vou de Bike. Além de pedalar ele fez o registro fotográfico dos passeios. “É uma verdadeira aula prática e visual sobre como manter a natureza selvagem e a própria cidade em harmonia, sem poluição nas ruas e encosta dos rios”, frisou. Vanice destacou a importância da iniciativa para conhecer a história dos diques, a nascente do Rio Velho, assim como para a conscientização. “Os ciclistas visualizam ao longo do trajeto todo esse lixo nas esquinas, bocas de bueiro, na encosta dos diques e vemos a necessidade de manter a cidade limpa, fazer o descarte correto do lixo, para evitar alagamentos”, alertou.

Segundo Daniel Sauer, deve ocorrer uma nova edição do Eu vou de bike em dezembro. Os detalhes vão ser divulgados a partir da confirmação do evento.

Projeto Parque Rua da Praia

O agendamento para as atividades do projeto seguem normalmente no período de férias. A comunidade pode formar grupos para a Trilha Urbana, Ecocine, jogos de tabuleiro gigantes.

O contato para agendamento e mais informações deve ser feito com a Diretoria do Centro Roessler e Museu do Rio pelo e-mail: parque.ruadapraia@saoleopoldo.rs.gov.br ou pelo telefone: 2200-0664 (Museu do Rio dos Sinos- endereço: rua da Praia, 52, bairro Rio dos Sinos).

Redação www.visaodovalesl.com.br

Publicidade

Banner Web Visão do Vale_969x131px Semae

2016 - Todos os direitos Reservados