Publicidade

ACIST-SL entrega Carta de Intenções aos candidatos a prefeito

28 de outubro, 2020 às 17:20 - por Amanda Krohn- Redação Visão do Vale, estagiária supervisionada por Mariana Santos

Foto: Arquivo Visão do Vale

A Associação Comercial, Industrial, de Serviços e São Leopoldo entregou nesta semana, para os quatro candidatos a prefeito, sua Carta de Intenções. No documento, estão elencadas demandas nas áreas da Segurança Pública, Saúde, Cultura e Turismo, Planejamento Urbano, Educação e Preparação para o Mercado de Trabalho, Empreendedorismo, dentre outras. Dentre as prioridades colocadas no documento estão a privatização do Hospital Centenário e acabar com áreas de ocupação irregular.  Abaixo, a íntegra da Carta de Intenções:

Ilmo. Sr.
Candidato a Prefeito de São Leopoldo

Prezado Senhor,

A Associação Comercial, Industrial, de Serviços e São Leopoldo vem apresentar propostas para sua gestão, caso eleito.
Nosso objetivo é garantir o compromisso do poder público municipal com os mais diversos setores representados pela entidade, fomentando iniciativas para o desenvolvimento socioeconômico e mantendo uma agenda positiva com a iniciativa privada.
Estas demandas são levantamentos realizados junto aos Dirigentes e Associados da entidade, situações nas mais variadas áreas e que, sendo atendidas, certamente trarão impacto positivo para tornar São Leopoldo uma cidade próspera:

Segurança Pública

•    Garantir o funcionamento do sistema de cercamento eletrônico de forma que este seja uma relevante fonte de informações para a atuação dos órgãos de segurança, especialmente da Guarda Civil Municipal;
•    Promover as alterações necessárias na legislação de forma que o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública – CONSEPRO possa voltar a receber os recursos do estacionamento rotativo, contribuindo para o aparelhamento dos órgãos de Segurança Pública;
•    Criar uma estratégia específica para atuação da Guarda Civil Municipal no período do verão a fim de mitigar o aumento dos índices de violência tendo em vista o período em que há redução de efetivos da Brigada Militar em virtude da Operação Golfinho;
•    Reforçar o monitoramento e a vigilância das áreas no entorno do Presídio Estadual.

Saúde

•    Extinguir a Fundação Hospital Centenário e privatizar o Hospital para que este volte a ter sustentabilidade e possa efetivamente atender a população de São Leopoldo, inclusive servindo de hospital-escola para o curso de Medicina da Unisinos;
•    Fortalecer o atendimento da rede básica de saúde, especialmente das Unidades de Pronto Atendimento, reduzindo a busca pelo atendimento hospitalar.

Cultura e Turismo

•    Investir na manutenção do patrimônio histórico e cultural a fim de potencializar o turismo na cidade e consequentemente reverter o movimento em recursos para o Comércio e Serviços locais;
•    Dar especial atenção à Casa do Imigrante, símbolo da Imigração Alemã em São Leopoldo. Elaborar um plano de recuperação do espaço a fim de que o mesmo volte a ser um cartão de visitas da cidade que carrega o título de Berço da Imigração Alemã no Brasil;
•    Priorizar que as pedras de granito rosa de ruas históricas da cidade sejam alocadas em seus locais originais, e não para “remendos” em áreas diversas da cidade, assim como evitar que pedras de basalto cinza, sem nenhum valor histórico, sejam utilizadas para “remendos” em ruas originalmente calçadas com o granito rosa;
•    Ter um olhar sobre o visual da cidade, hoje muito comprometido com a poluição visual de placas, vendedores ambulantes irregulares, camelôs, áreas com descarte irregular de lixo, ente outros;
•    Considerando o Bicentenário da Imigração Alemã no Brasil, promover integração entre os países através de programas de intercâmbio;
•    Ter um planejamento estratégico para o marco do Bicentenário da Imigração Alemã no Brasil.

Ordenamento territorial e planejamento urbano

•    Acabar com as áreas de ocupação irregular, que intensificam os problemas sociais da nossa cidade.

Educação e Preparação para o Mercado de Trabalho

•    Priorizar a educação em todos os níveis, buscando a melhoria contínua dos índices;
•    Criar uma política pública de fomento à formação de recursos humanos para atender às demandas de vagas de alto valor agregado dos parques industriais e tecnológico.

Empreendedorismo

•    Propor Lei de Inovação Municipal como forma de atrair novos empreendimentos e trazer isonomia competitiva para as empresas sediadas em São Leopoldo;
•    Agilizar os processos de liberação de alvarás e outros necessários à instalação de empresas a fim de incentivar o empreendedorismo;
•    Combater o Comércio informal e irregular que ocupa as calçadas e sinaleiras da cidade sem deixar nenhuma contribuição ao município.

Gestão Pública

•    Buscar o equilíbrio do orçamento, a redução da máquina pública e a eficiência dos processos, reduzindo a burocracia e utilizando a tecnologia em favor da produtividade do serviço público;
•    Manter um diálogo permanente com as entidades representativas da classe produtiva, de forma que o interesse pelo desenvolvimento da cidade esteja acima de posturas ideológicas;
•    Que a liderança à frente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento tenha qualificação para tal. Que seja um profissional que atue em defesa das empresas, que trabalhe para formulação de políticas de incentivo ao empreendedorismo, à inovação e à atração de investimentos.

 

Redação do www.visaodovalesl.com.br/Fonte: Acist-SL

Publicidade

[RoyalSlider Error] Slides are missing.

2016 - Todos os direitos Reservados