Publicidade

Corpo encontrado em pátio do Hospital Centenário é de paciente desaparecida, diz polícia

31 de março, 2021 às 13:51 - por G1

Guardas civis de São Leopoldo acionaram a polícia após encontrar corpo no pátio do Hospital Centenário no dia 15 de fevereiro — Foto: SEMUSP/Divulgação

A Polícia Civil identificou o corpo em decomposição encontrado no pátio do Hospital Centenário. De acordo com a Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) do município, trata-se de Nelita Apólo da Silva, de 60 anos, confirmou nesta terça-feira (30) a delegada Isadora Galian.

paciente, internada com tuberculose, teria fugido da unidade. Ela estava desaparecida desde 3 de fevereiro.

A identificação foi possível após a realização de um exame de DNA, comparando amostras do corpo com o material genético de duas irmãs da paciente. Uma delas foi ouvida pela polícia nesta terça.

Segundo a titular da DPHPP, os próximos a prestar depoimento são funcionários do hospital.

“Serão ouvidos o chefe de Manutenção do Hospital Centenário, para que ele preste os esclarecimentos devidos em relação ao corpo, e duas pessoas, acredito que sejam enfermeiras, que foram, de acordo com a polícia, as últimas que tiveram contato com ela”, disse Isadora.

A direção do Hospital Centenário aguarda os resultados da investigação.

Investigação

A Polícia Civil ainda não sabe os motivos da morte da paciente. Conforme a delegada, o processo de necropsia no Posto Médico-Legal de São Leopoldo deve levar de quatro a seis meses.

“Nós temos cobrado o resultado mais célere dessas perícias e, ainda esta semana, nós entraremos em contato com eles para que, pelo menos, nós saibamos a causa da morte”, explicou.

A delegada disse ter acessado vídeos de câmeras de segurança do hospital. No entanto, não foram encontrados registros da mulher deixando a unidade. As últimas imagens da paciente com vida são de dois dias antes do desaparecimento, quando era transportada internamente em uma maca.

O corpo foi encontrado por guardas civis de São Leopoldo que realizavam uma ronda em uma escola próxima ao Hospital Centenário. Na ocasião, o secretário da Segurança do município, Nestor Schwertner, relatou que os agentes perceberam um cheiro forte vindo do terreno da instituição de saúde, encontrando os restos em meio à vegetação.

Publicidade

[RoyalSlider Error] Slides are missing.

2016 - Todos os direitos Reservados