Publicidade

São Leopoldo: Insegurança pública: morte do jovem Gabriel no Hospital Centenário, uma tragédia anunciada

09 de novembro, 2018 às 14:09 - por Redação do www.visaodovale.com.br

 Imagens de câmeras de segurança obtidas pela Zero Hora mostram a invasão ao hospital:

Um paciente de 19 anos, que estava internado na ala cirúrgica do Hospital Centenário em São Leopoldo (RS), na região do Vale dos Sinos, foi EXECUTADO POR ENGANO por criminosos com aproximadamente 20 tiros na madrugada desta sexta-feira (9/11).  Segundo a Brigada Militar, a vítima foi identificada como Gabriel Vilas Boas Minossi. Na ação, outras duas pessoas ficaram feridas, um paciente e um acompanhante, que levaram tiros de raspão nas pernas. O crime ocorreu por volta das 4h15 da madrugada.

Informações preliminares da Polícia Civil apontam que quatro homens armados com pistolas 9mm e fuzis invadiram o hospital e renderam médicos e enfermeiros que estavam plantão no setor de Emergência. Após a execução da vítima, o grupo teria fugido em um Ford Focus prata que estava estacionado no pátio da instituição de saúde.  A Polícia Civil de São Leopoldo trabalha com a hipótese de que a vítima teria sido morta por engano. Gabriel Vilas Boas Minossi havia sofrido um acidente de trânsito na BR-116 há alguns dias. O alvo, de acordo com a investigação policial, seria um traficante da Vila Bras que havia sido baleado há dois dias na cidade de São Leopoldo. Imagens das câmaras de segurança do hospital registraram o crime e serão periciadas para auxiliar nas investigações. A instituição hospitalar confirmou que o atendimento à população seguirá normalmente nesta sexta.

Nota do Hospital Centenário

Em relação ao fato ocorrido na madrugada desta sexta-feira, dia 9 de novembro, quando quatro homens fortemente armados renderam os seguranças, entraram no Hospital, executando um paciente e ferindo outras duas pessoas. A direção do Hospital esclarece:

1 – Na quinta-feira, 8 de novembro, ao tomar conhecimento do ingresso de paciente vítima de arma de fogo, com informações de ameaças à sua integridade física, a Procuradoria Jurídica do Hospital emitiu ofício (n° 216/208) ao 25º Batalhão da Brigada Militar, solicitando escolta a esse paciente, o que não foi atendido.

2 – Por medida de segurança interna, o paciente foi transferido de leito para um quarto de isolamento. Pelo mesmo motivo, o leito ocupado por este paciente foi bloqueado, não sendo ocupado por nenhum outro paciente.

3 – Dado à gravidade do ocorrido, no início da manhã foi emitido um novo ofício (nº218/2018), ao 25° Batalhão, solicitando reforço na escolta.

A Direção do Hospital Centenário lamenta profundamente o desfecho deste episódio, que vitimou um paciente internado na instituição, e feriu outras duas pessoas. Da mesma forma, reitera as medidas de segurança, e, tão logo seja possível, serão restabelecidos os fluxos de visitas e de acompanhantes.

Redação do www.visaodovalesl.com.br

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovalesl.com.br

Publicidade

[RoyalSlider Error] Slides are missing.

2016 - Todos os direitos Reservados