Publicidade

São Leopoldo: Unamérica comemora seus 35 anos com grande show na Sociedade Ginástica/SL

08 de novembro, 2018 às 18:30 - por Redação do www.visaodovale.com.br

O Unamérica completa 35 anos de estrada. Para comemorar, fará um show no dia 10 de novembro, a partir das 21h, na Sociedade Ginástica de São Leopoldo. Será um grande encontro para relembrar músicas que marcaram gerações. Zé Martins e Dão Real vão dividir o palco com músicos que compartilharam desta história.

Fundado em 1983, em Sapucaia do Sul, o Unamérica, composto pelos músicos Dão Real (violão, quatro venezuelano e voz) e Zé Martins (charango, zampoña, percussão e voz), desenvolve um trabalho musical identificado com a cultura popular e regional, tendo como proposta a difusão e divulgação da música latino-americana.

Em sua trajetória o grupo gravou pela gravadora ACIT dois LPs e um CD. O primeiro lançado em 1989, denominado de Unamérica, traz canções como América Morena, Gaúchos Doidos, Paz Pra Nicarágua, Rosa Amarela, dentre outras. O segundo, lançado em 1992, com o título de Unamericando, apresenta as músicas inéditas Andante, Antes da Lua, Mulungu e Por Um Canto Apenas e composições consagradas da música popular brasileira e latino-americana como Pra Lennon e Mc Cartney, Trem do Pantanal, Guantanamera e El Condor Pasa.

Em 1998, foi lançado o CD Unamérica 15 Anos, com uma coletânea de seus melhores trabalhos. Em 2009 participou do CD Trovas da Pátria Grande, juntamente com músicos brasileiros, chilenos, uruguaios e cubanos. Seu mais recente trabalho, o CD Pássaro Poeta, foi lançado em junho de 2017. São poemas do cubano Antônio Guerrero, musicados em parceria com Raul Ellwanger e Pedro Munhoz. Este CD conta com a participação de músicos brasileiros como: Pedrinho Figueiredo, Loma Pereira, Demétrio Xavier, Clary Costa, Galbo e Victor Batista, além dos músicos cubanos Vicente Feliú e Maurício Figueral e dos argentinos Gabo Sequera e Paula Ferré.

Ao longo destes 35 anos, o Unamérica, participou de vários festivais de música no Rio Grande do Sul, sendo vitorioso no Musicanto de Santa Rosa, no Acampamento da Canção de Campo Bom, na Penha Folclórica de Lajeado, na Seara da Canção de Carazinho, na Guyanuba da Canção de Sapucaia do Sul e no Pastoreio da Canção Nativa de Novo Hamburgo. Participou de festivais em Santa Catarina (Lajes, Chapecó e Florianópolis) e no Paraná (Pato Branco, Clevelândia e Curitiba). Fez apresentações em São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus e Brasília. Destacam também apresentações internacionais na Argentina, Uruguai, Estados Unidos e Cuba. Recebeu o Prêmio Sinos da Terra em 1994, o Prêmio Guyanuba de Música em 2000 e o Prêmio Rua Grande como destaque em Arte no ano de 2008 no Vale dos Sinos.

O Unamérica marcou a história da música gaúcha. Vem há mais de três décadas desenvolvendo um trabalho musical identificado com a cultura popular e regional, tendo como proposta a difusão da música latino-americana. Busca unir com a música gaúcha aspectos culturais da latino-américa e do Brasil urbano e rural. Sempre defendeu a rica diversidade das culturas dos povos deste continente, considerados elementos de universalização e congregação.

Conforme Paty Affonso, que é Produtora de Eventos da Sociedade Ginástica/SL , este é um evento especial pela trajetória do Unamérica e foi viabilizado em um grande esforço do tradicional clube social Leopoldense, para realizar esta comemoração na sede social do clube. Ainda segundo Paty Affonso, os ingressos estão sendo vendidos a R$ 20,00 e estão disponíveis na secretaria do clube e também  na hora do show e as informações podem sedr obtidas, pelo fone 3592-1605 e WhatsApp 99791-1659.

Redação do www.visaodovalesl.com.br/Colaboração:  Jornalista Katia Marko (DRTRS 7969)

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovalesl.com.br

Publicidade

[RoyalSlider Error] Slides are missing.

2016 - Todos os direitos Reservados