Publicidade

Vereadores Leopoldenses em ação: conheça as andanças e feitos do vereadores leopoldenses dos últimos dias

07 de outubro, 2019 às 13:25 - por Bado Jacoby

Projeto de Brasil Oliveira(PSB) que trata sobre prazos máximos para retorno de consultas e exames deve ser debatido no Conselho de Saúde: em tramitação na Câmara de Vereadores desde o final de agosto, o projeto de lei que trata sobre os prazos máximos para o retorno às consultas médicas agendadas e para realização de exames laboratoriais no sistema único de saúde em São Leopoldo deve ser discutido no Conselho Municipal de Saúde. “O projeto traz mais agilidade para quem está à espera de um retorno médico”, frisa o vereador Brasil Oliveira (PSB), autor da iniciativa.  Nesta semana, três membros da Comissão de Fiscalização do Conselho estiveram reunidos com o autor do PL e obtiveram mais detalhes sobre a iniciativa. “Esse é um assunto de relevância na área da saúde e é importante que seja debatido dentro do Conselho”, destacou o conselheiro Antônio Carlos do Amaral, que esteve acompanhado das colegas Agnes Diesel e Rosane Amaral, também representantes do órgão. O projeto ainda não há data para ser apreciado em plenário.

Vereadores assinam moção para instalação de escola cívico-militar em São Leopoldo: por unanimidade, os vereadores de São Leopoldo assinaram, na última sessão legislativa, a moção de apoio para a instalação de escola cívico-militar na cidade, com o objetivo de integrar o quadro de municípios contemplados pelo Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, que visa a criação de 216 instituições de ensino nesta modalidade no país até 2023. A iniciativa foi proposta pelo vereador Brasil Oliveira (PSB) e teve a adesão total dos parlamentares. “Esse é um passo fundamental para evoluirmos as modalidades e a qualidade de ensino em nosso município”, destaca Brasil.

Frente Parlamentar é criada para acompanhar expansão do Tecnosinos:  por iniciativa do vereador Arthur Schmidt (MDB) e com assinaturas dos vereadores David Santos (PP), Brasil Oliveira (PSB), Perci Pareira (MDB) e Fabiano Haubert (PDT), a Câmara de Vereadores de São Leopoldo criou a Frente Parlamentar Pela Ampliação do Tecnosinos. O calendário de reuniões e as pautas serão definidas nos próximos dias, na primeira reunião coordenada pelo solicitante, o vereador Arthur Schmidt. “Desde 2017, eu e o ex-vereador Daniel Daudt Schaefer trabalhamos com as autoridades estaduais e sociedade civil para agilizar a parte burocrática para que a área da Fundação Zoobotânica seja liberada para a ampliação. O Tecnosinos vai além de ser o desenvolvimento econômico da cidade, é o mercado de trabalho para as próximas gerações, para nossos estudantes que hoje estão no ensino fundamental e médio”, destaca Arthur.  Conforme o vereador Arthur, todos os vereadores que quiserem podem participar da Frente Parlamentar. A próxima etapa é a publicação da portaria, competência da direção do Legislativo. Feito isso, o calendário será definido junto com as ações concretas.

Saiba mais sobre o Tecnosinos

Criado há mais de 20 anos, hoje o Tecnosinos abriga 93 empresas nacionais e internacionais nas áreas de Tecnologia da Informação, Semicondutores, Automação e Engenharias, Comunicação e Convergência Digital, Tecnologias para a Saúde e Energias Renováveis e Tecnologias Socioambientais. O faturamento supera R$ 2,5 bilhões e 120 registros de propriedade intelectual, destacando o nome de São Leopoldo no mapa mundial. Atualmente, seis países estão presentes no parque: Brasil, Alemanha, Coreia do Sul, Holanda, Índia, Suécia e Suíça.

Redação do www.visaodovalesl.com.br/Colaboração:  Assessoria de imprensa dos gabinetes dos Vereadores Arthur Schmidt(MDB) e Brasil de Oliveira(PSB)

/

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovalesl.com.br

Publicidade

Banner Web Visão do Vale_969x131px Semae

2016 - Todos os direitos Reservados